DSC 0117

 

 

A coroa real representando a origem régia da instituição, encimada pela cruz que alude ao símbolo sagrado do Redentor sustento e conforto espiritual dos doentes e desprotegidos. Um manto com galão em franja, como saindo debaixo da coroa, aberto a meio com as pontas atadas por um cordão, como protecção da Misericórdia e da nação. Aspecto essencial é a simbologia do manto aberto como protecção. O manto de cor vermelho protege o medalhão, constituído pelo resplendor envolvente à cruz latina sobre as letras MZA, sobre uma base de nuvem e envolvida por ramos de folhas de acanto. No lado direito o escudo rectangular com as Armas de Portugal, envolvido por folhas de acanto. Sobre a simbologia do emblema, aludimos: a cruz com resplendor alude ao símbolo sagrado do Redentor. A sigla MZA é a antiga abreviatura de Misericórdia. A coroa real representa a origem régia das Misericórdias. As Armas de Portugal, simbolizam a dimensão nacional das Misericórdias. As folhas de acanto, representando o trabalho, dedicação e a sabedoria daqueles que se dedicam em prol dos mais desfavorecidos. O ouro, com o significado da nobreza de alma e a firmeza no agir. A cor de prata, significando a humildade e a esperança de melhor servir.

София plus.google.com/102831918332158008841 EMSIEN-3